FILOSOFANDO O COTIDIANO

O autor define com mestria o significado da FILOSOFIA ESPÍRITA vigente no atual estágio evolutivo em que nos encontramos.
Acompanhe conosco esse processo de encontros e desafios, que definem o Ser em busca de si mesmo através de ações que convergem a favor da paz e da Harmonia.

Educar para o pensar espírita é educar o ser para dimensões conscienciais superiores. Esta educação para o Espírito implica em atualizar as próprias potencialidades, desenvolvendo e ampliando o seu horizonte intelecto-moral em contínua ligação com os Espíritos Superiores que conduzem os destinos humanos.(STS)

Base Estrutural do ©PROJETO ESTUDOS FILOSÓFICOS ESPÍRITAS (EFE, 2001): Consulte o rodapé deste Blog.

31 de outubro de 2016

SOLIDARIEDADE HUMANA




 
Vivemos dias difíceis. As atenções se voltam para os países europeus onde o ódio e a violência tem se destacado em atentados que acontecem de forma indiscriminada, atingindo a todos. Nós, das Américas, mais precisamente do jovem Brasil, descendemos de várias nacionalidades europeias e, portanto, nossos corações e atenção se voltam para os países-irmãos onde nossos pais, avós e bisavós nasceram, se criaram, e posteriormente adotaram o Brasil como sua segunda pátria.

Contudo, as atenções se voltam igualmente para o sofrimento sem fim dos imigrantes provenientes do Oriente Médio, para as dores e as aflições de países africanos onde as enfermidades mortais se desenvolvem, para as vítimas das diversas formas de preconceito nos Estados Unidos da América.

O Brasil igualmente vivencia os seus dramas sociais, o seu estupor diante da incapacidade de uns poucos de serem éticos, e viverem as suas vidas respeitando a vida e o patrimônio do próximo.   

Sim, estes são dias difíceis em que os habitantes da Terra como um todo colocam em cheque as suas conquistas sócio-culturais, o seu progresso científico, haja vista o progresso das comunicações que nos permite hoje assistir em tempo real o que se passa em qualquer parte do mundo. Talvez se as gerações de nossos avós pudessem assistir o movimento das guerras mundiais, o estupor fosse maior e o pânico se generalizasse.

Vemos discursos extremistas, atentados que não seguem padrões ideológicos ou apelos religiosos. O problema é bem mais profundo do que possamos analisar num pequeno espaço como este. Mesmo porque as  verdadeiras razões para tudo isto jazem no inconsciente coletivo humano, verdadeiro arsenal de experiências negativas vividas paralelamente às realizações positivas, dualidade esta que caracteriza a natureza humana.

A visão espírita de mundo nos auxilia nesta análise: a história se repete porque os homens se repetem  no palco das reencarnações.         

Mas se pensarmos que, apesar dessas circunstâncias, o ser humano se volta incansavelmente à busca de soluções que minimizem o impacto dos dramas vividos, imediatamente pensamos nas qualidades morais já desenvolvidas, e a esperança passa a fazer parte das nossas expectativas quanto ao futuro.       

Contudo, a solidariedade se desenvolve a cada momento, e a cada instante a separação do joio e do trigo se torna mais evidente. Não se trata aqui apenas de situações mais prementes. Trata-se de uma solidariedade como modo de vida que vem surgindo paulatinamente.

Ainda teremos um longo caminho pela frente. O que nos aguarda nos próximos meses, anos, será plantado, plasmado hoje.

O Espírito Joanna de Ângelis, em sua magnífica mensagem  Advertência de Amor (http://vervisaoespiritadareligiosidade.blogspot.com), diz dos tempos previstos desde a antiguidade, para o nosso momento. Somos partícipes desse momento grave, pois todos estamos no mesmo barco. Portanto, o expressivo apelo à mudança de hábitos, de pensamentos, de comportamento, tudo voltado para o Bem se torna urgente. Mas, diz ela, jamais perder a fé e a confiança porque Jesus está no leme desse barco que passa por mares tempestuosos.        

Como Chico Xavier nos lembrava sempre, não é possível alterar o passado de erros e enganos, mas nos é possível viver um novo presente. E o futuro responderá a isso de forma eloquente. Talvez anda mais eloquente do que as dores e aflições hoje colhidas de sementes equivocadas semeadas no passado. E para tanto, Jesus está conosco; Deus está em todos nós. Prossigamos com fé e ações positivas voltadas para o bem comum.   
(Publicado em The SPS Journal, London, England)            
Sonia Theodoro da Silva
Filósofa

  

  

 

EFE Filosofia Espírita

EFE Filosofia Espírita
Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz

EFE- Educação Mediúnica com base na Filosofia Espírita

EFE- Educação Mediúnica com base na Filosofia Espírita
Grupo Espírita Irmão Carmello

Carl Sagan - Biblioteca de Alexandria e o Conhecimento clássico

Carl Sagan - Biblioteca de Alexandria e Hipácia

ÁGORA - Trailler oficial